César Tolentino, Caminhoneiro Autônomo
  • Caminhoneiro Autônomo

César Tolentino

Cotia (SP)
9seguidores94seguindo
Entrar em contato

Recomendações

(670)
Adriano Bombeiro, Engenheiro Civil
Adriano Bombeiro
Comentário · há 4 meses
Vejo Nesse artigo precedentes perigosos que foram tentados implantar no governo de Dilma Rousseff, que é a democracia representativa por meio de associações, Ao estilo dos sovietes na época da União Soviética.
A democracia é exercida pelos entes políticos eleitos democraticamente , que vão representar as vertentes políticas e ideológicas dos grupos aos quais pertencem , dentro dos preceitos constitucionais.
Na prática o que a sua teoria resulta, é a manutenção de uma casta de militantes muito bem treinados e pagos para exercer grupos de pressão, enquanto o cidadão trabalhador e pagador de impostos não tem tempo para ficar diuturnamente , manifestando dentro das casas legislativas e do executivo.
Existe outra vertente de pressão que são os tribunais , onde grupos organizados exercem pressão para um ativismo judicial.
Nossos tribunais superiores, notadamente o STF, tem exercido ultrajante ativismo judicial plenamente comprovado. Bastassem consultar as atas da Assembleia constituinte e nos discursos verificar qual era a intenção do legislador constituinte quando formulou cada artigo da constituição. Isso é plenamente estudado em países sérios , para evitar o tal e odioso ativismo judicial.
A inserção do Judiciário constantemente nas ações dos executivo, não se encontra na história do Brasil tamanha interferência.
Um exemplo clássico , podemos citar a futura decisão do STF sobre a obrigatoriedade de vacinação contra o novo coronavírus 19, com uso de vacinas que nem ainda existem.
Entre outras coisas que poderia falar, só quero concluir que a visão do senhor está em dissonância com a visão do cidadão normal. Sua visão de direito encontra Eco em seus próprios grupos juridicos e associações de Advogados. A população brasileira não colocou o judiciário, nem os advogados como os tutores das políticas públicas. Se algum gestor cometer algum tipo de crime, que seja cobrado dentro da esfera penal. Mas a obrigação de fazer ou deixar de fazer uma política pública , cabe ao executivo e ao legislativo.

Perfis que segue

(94)
Carregando

Seguidores

(9)
Carregando

Tópicos de interesse

(106)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres

Outros perfis como César

Carregando

César Tolentino

Entrar em contato